sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Inverno

                                    A árvore no Inverno
    - Certa vez perdi um ramo; um
Ramo grande e pesado. Foi num dia
De vento violento, de muita chuva
E trovoada. Um golpe de vento
Quebrou-o e ele caiu, num só ruído
De folhas raspando.
   Não percebi bem se o que tombava
Das minhas folhas eram só gotas
De chuva ou se lágrimas também.
Sei que todo o meu tronco
Se contraiu, se apertou
De desgosto.

 Leio e respondo.

·        P: O que aconteceu à árvore? Porque?
·        R: Perdeu um ramo, porque estava vento.
·        P: Como estava o dia?
·        R: Estava vento violento e muita chuva e trovoada.
       ·        Procuro no texto as frases que dizem que:
«- O ramo, ao cair, não fez muito barulho;
- A árvore se sentiu muito triste quando perdeu o ramo.»
         ·   R: “ O ramo quebrou-o e ele caiu, num só ruído.”
“Não percebi bem se o que tombava das minhas folhas eram só gotas de chuva ou se lágrimas também.”
Trabalho de Sónia Ferreira

2 comentários:

  1. É um texto cheio de vida, não é? Até a árvore se queixa do vento e do Inverno.

    ResponderEliminar